Home seta Caminho Zen seta Meditação em Movimento

Guia

Revista Zen
E-mail

Desenvolvendo a energia universal e os centros energéticos do homem.

Tai Chi Chuan

Meditação em Movimento

por Fernando Rosário

O Tai Chi Chuan é uma das artes tradicionais taoístas mais reverenciadas pela cultura chinesa. Foi criado originalmente como um método de auto defesa por sacerdotes taoístas por volta do século XII.
 
É um conjunto de movimentos lentos, encadeados, circulares e espiralados, associados a uma respiração profunda, suave e ritmada, que trabalha de forma integrada à manutenção da harmonia física, mental e emocional do homem - um trabalho realizado a nível energético e fundamentado nos conceitos e técnicas da alquimia interior taoísta.
Seu objetivo é buscar a união da força com a suavidade, do corpo com o espírito e promover a interação do homem com a natureza.
Seus princípios são: encontrar o eixo, buscar a união dos opostos, esvaziar a mente sem pensar em nada, usar energia em lugar da pura força física, fazer do movimento um meio de transmutação.
 

Taichi é o estado de unidade que contém dentro de si as duas polaridades (o Ying e o Yang) em perfeito equilíbrio.

E Chuan é agilidade, rapidez e flexibilidade.

Ë especialmente útil para se conseguir um maior sentido de alerta e consciência corporal e para desenvolver a concentração e a sensibilidade. Ajuda no equilíbrio e na postura e melhora a sensação de ter os pés no chão.
Através da concentração, respiração e do movimento consciente, o Tai Chi Chuan desenvolve os canais energéticos, os centros energéticos e o campo energético do homem. É o que chamamos de desenvolver o CHI, a energia universal, a força motriz da vida.
Através dos movimentos de expansão e recolhimento, o Tai Chi Chuan desenvolve a consciência corporal e coordenação motora, melhora a orientação espacial e o equilíbrio, aumenta a flexibilidade e força muscular, reduz a ansiedade e o estresse físico e emocional, libera as tensões e proporciona um estado mental tranqüilo, gerando equilíbrio emocional.
A seqüência dos movimentos no Tai Chi Chuan é inspirado na observação da natureza e dos animais. Assim, movimentos das mãos tem nomes como “mãos de nuvem” e “acariciar a cauda do pássaro”; outros refletem movimentos característicos de animais, como “a garça abre as asas” e “a serpente que rasteja”.

A prática do Tai Chi pode ser feita em grupos, como nas praças públicas chinesas em que é praticado por centenas de pessoas juntas. Ou praticado isoladamente.

As pessoas procuram lugares como parques, beira de praia e montanhas, procurando a sintonia com a natureza e a energia de seus elementos.

Veja a forma de 13 Movimentos Estilo Yang

Bibliografia:

Clássicos do Tai Chi
Waysun Liao - Editora Pensamento

A Estrutura Interior do Tai Chi - Tai Chi Chi Kung I
Mantak Chia e Juan LI - Editora Pensamento

A Técnica do tai Chi
Ángel Fernández de Castro - Editorial Estampa - Portugal

 
< Anterior   Seguinte >
SegRadar
Alison Salles2
OttoCar
Armelin
Anuncio
PlusPoint
Von Aroma2
Consulta Voo
O que falta